XV Jazz ao Centro: “um festival para uma região”

Posted by

Um festival para uma região”. Este é o lema do Jazz ao Centro 2017 –  XV Encontros Internacionais de Jazz de Coimbra, a decorrer entre 13 e 28 de outubro, num programa que se estende a Penela, Vila Nova de Poiares, Miranda do Corvo e Figueira da Foz.

Aposta desta edição é ainda a do serviço educativo, a envolver bandas filarmónicas de Nova de Poiares e Miranda do Corvo, mas também a Orquestra de Jazz da Figueira da Foz. Destacar também a Noite Temática Jazz, a decorrer no dia 27 de outubro, entre as 18H00 e as 23H30, em parceria com a Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC).

Neste território alargado a quatro municípios – Coimbra, Figueira da Foz, Miranda do Corvo e Penela – , o Jazz ao Centro Clube (JACC) e os municípios parceiros na organização do festival, “assumem a necessidade de um trabalho em rede, afirmando a importância e capacidade de executar projetos sem fronteiras concelhias, destacando a arte e a cultura enquanto espaços de consolidação e afirmação do intermunicipalismo”.

Assim, sublinham os responsáveis pelo JACC, entidade que assegura a produção do festival, este irá decorrer em três semanas consecutivas, de 13 a 28 de outubro, apresentando mais de 20 iniciativas, entre concertos, workshops, um espetáculo musical, uma exposição e uma marsterclass, dirigidas a jovens estudantes de música e não só, a famílias e, claro, ao público em geral.

Com um programa marcado por alguns binómios fundamentais [regional – universal, tradição – liberdade criativa, intimista – festivo, consagrados – quase-anónimos], o programa do XV Jazz ao Centro apresenta mais de 50 artistas vindos de países como os Estados Unidos da América, o Brasil, a Alemanha, a Suíça, a Suécia e a França, além de um número significativo de músicos portugueses, incluindo jovens estudantes de música.

A “afirmação da diferença na forma de pensar e abordar o jazz, forjando novos diálogos, arrojados e exigentes” é ainda, de acordo com quem pensou  esta 15.ª edição do Festival Jazz ao Centro, o “traço comum” entre todas as propostas musicais apresentadas, naquela que é, inequivocamente, uma aposta no “risco” que qualquer “lançar de pontes” anuncia.

Mas há também, naturalmente, como todo o programa demonstra e a produção do Jazz ao Centro assume, “o querer alicerçar um trabalho de colaboração profícua com novos parceiros da região Centro”, como as Bandas Filarmónicas de Miranda do Corvo e Vila Nova de Poiares ou a Orquestra de Jazz da Escola de Artes do Centro de Artes da Figueira da Foz”. Ou ainda, sublinham os responsáveis pelo JACC, na “vontade de consolidar parcerias” como as que existem com o Conservatório de Música de Coimbra e o Convento São Francisco.

 

PROGRAMA (ATÉ 21 OUTUBRO):

13 OUT | SEXTA

09H | 22H | BGUC

“Histórias do Jazz”, exposição bibliográfica

 22H | Auditório da Biblioteca de Penela

Carmen Souza Trio

 22H | Casa das Artes de Miranda do Corvo

Jazz na Filarmónica Mirandense

 

 14 OUT | SÁBADO

11H30 | Auditório Municipal da Figueira

da Foz | Espetáculo “O jazz é fixe”

 22H | Casa das Artes de Miranda do Corvo

Lina Nyberg Band

 

 20 OUT | SEXTA

18H | BGUC | Palestra “Histórias do Jazz”, com Rui Eduardo Paes

 22H30 | Salão Brazil | Lisbon Freedom Unit

 

 21 OUT | SÁBADO

11H30 | Convento São Francisco | Masterclass Carlos Bica/Frank Möbus/Jim Black

15H | Convento São Francisco | Nils Berg Cinemascope

16H | Convento São Francisco | Alunos do Curso Profissional de Jazz do Conservatório de Música de Coimbra | Orquestra de Jazz da Escola de Artes do CAE | Alunos de Jazz da Escola Profissional Tone Music School

16H45 | Convento São Francisco | Camões/Lemaire/Arques

19H | Convento São Francisco | AMBIQ

22H | Convento São Francisco | Carlos Bica & Azul

23H59 | Salão Brazil | QUARTABÊ

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.