O que se deve fazer quando “a terra treme”

 

O que fazer em caso de sismo? Apesar de esta ser uma pergunta fundamental, provavelmente muito poucos a fazem e, sobretudo, têm a resposta correta.

Esta é exatamente a resposta que deve dar-se “quando a terra treme” que a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) pretende fazer chegar a todos, em mais uma edição do exercício nacional de sensibilização para o risco sísmico, a acontecer em todo o país, a 13 de outubro, quando forem 10H30.

De acordo com um comunicado da ANPC, a intenção da iniciativa, que já vai na sua 5.ª edição, é convidar todos os cidadãos a participarem no exercício, com o objetivo de “capacitar a população para saber como agir antes, durante e depois de um sismo”. Por essa razão, o exercício está organizado em conjunto com a Direção-Geral da Educação, a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares e a Liga dos Bombeiros Portugueses.

Em concreto, o exercício compreende “a prática de três gestos simples que podem fazer a diferença no caso da ocorrência de um sismo”. A ação, refere a ANPC, irá desenrolar-se ao longo de um minuto, durante o qual os participantes, de forma individual ou coletiva (famílias, escolas, empresas, instituições públicas, privadas ou associativas), irão executar os três gestos básicos de autoproteção: baixar – proteger – aguardar, independentemente do local onde estejam no dia e hora convencionados.

“A Terra Treme”, explica a ANPC, “coincide e enquadra-se nas comemorações do Dia Internacional para a Redução de Catástrofes”, efeméride instituída pela Organização das Nações Unidas que tem como tema central este ano “Home Safe Home: Reducing Exposure, Reducing Displacement”.
Destinada a toda a população, os responsáveis pela iniciativa “voltam a colocar especial enfoque” na comunidade educativa mais jovem (especialmente os alunos do ensino básico), “por ser um segmento da população muito recetivo e permeável à mensagem subjacente à iniciativa, e que, em regra, altera mais facilmente comportamentos e atitudes face ao risco”.

A ANPC, a DGE, a DGEstE e a LBP convidam todos os portugueses a inscreverem-se em www.aterratreme.pt – no qual se podem obter recursos pedagógicos e informação sobre a iniciativa – como “demonstração dos seu compromisso com a causa da proteção e segurança”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.