Casal morre quando ia pedir ajuda aos vizinhos

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

Hermínia, com cerca de 67 anos, e o marido, conhecido por Batista, de 77, morreram a fugir do fogo. O casal, residente na Quinta da Barroca, freguesia de Candosa, Tábua, tentou a fuga de carro, mas a viatura foi consumida pelas chamas mesmo à porta de casa.

Arriscaram depois escapar a pé, mas tombaram inanimados, ela à frente, ele uns metros atrás quase a chegar à casa de uns vizinhos a quem iriam pedir socorro.

O casal de reformados morava na aldeia com o filho. Quando viram as chamas aproximarem-se de casa decidiram fugir. O filho, de cerca de 30 anos, saiu primeiro com o cão e sobreviveu. A casa ficou intacta.

“A mãe não quis ir logo porque estava de pijama e não queria sair assim, ainda foi mudar de roupa”, conta a vizinha, Andreia Brás.

“Eles iam pedir ajuda à nossa casa, mais dois ou três passos e estavam lá”, lamenta a jovem que viu as casas de uma tia e de uma prima também serem afetadas pelo fogo.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.