Sucateiro de Tábua atropela companheira para a matar

Uma mulher, de 26 anos, informou o companheiro, com quem vivia há alguns meses, em Tábua, que queria terminar a relação. O homem, sucateiro, de 42 anos, não aceitou a decisão e atropelou-a com a intenção de a matar. O crime ocorreu na passada quarta-feira. A Diretoria do Centro da Polícia Judiciária (PJ) anunciou ontem a detenção do indivíduo que é reincidente.
O agressor tinha conhecido a mulher, que tem um filho com cerca de seis anos, há algum tempo e ambos tinham arrendado uma casa em comum, disse ao DIÁRIO AS BEIRAS fonte próxima da investigação. “Dias antes dos factos, a vítima tinha comunicado ao suspeito que pretendia por termo à relação e à coabitação que mantinham há já alguns meses”, informa a PJ em comunicado.
Na quarta-feira, dia 20, pelas 08H30, quando se dirigia para o local de trabalho de carro, o sucateiro viu a mulher a andar a pé na rua, em sentido contrário, e decidiu “fazer inversão de marcha e embater com força na vítima que foi projetada”, revelou a mesma fonte. O homem colocou-se em fuga. A vítima sofreu ferimentos graves entre os quais um traumatismo craniano e, depois de socorrida no local, foi transportada para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra de onde já teve alta.

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Em cada Tuga troglodita reside um machão à moda dos tempos de antigamente… E julga cada Tuga machão dessa estirpe que quando se enrola com uma miúda com idade de ser filha dele que é por amor que uma jovem se entrega a um indíviduo com as marcas da idade já bem pronunciadas no corpo 🙂 Daí até se chegar a estas vias de facto, conforme se pode ver, vai muito pouco tempo 🙂

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.