Praga dos jacintos de água volta a infestar o rio velho

Posted by

FOTO LUIS FIDALGO

Mostrou-se completamente inútil a intervenção da autarquia de Montemor-o-Velho, no início do corrente ano, quando resolveu assumir a empreitada de remover as toneladas de jacintos de água que infestavam o leito abandonado do rio Mondego que atravessa a vila.

Passados poucos meses, a praga voltou a espalhar-se e agora com redobrada intensidade. O presidente da Câmara Municipal, Emílio Torrão, lamentou ontem ao DIÁRIO AS BEIRAS a situação, exigindo “uma intervenção de fundo que tem de vir de instâncias superiores”, motivo pelo qual já reportou a situação à APA (Agência Portuguesa do Ambiente) e ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e Florestas).

Versão completa na edição impressa

3 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.