“Encontro com José Afonso” em Coimbra

FOTO DR

José Afonso, o músico, poeta e cidadão que marcou gerações de portugueses e lhes fez perceber, muito antes de Abril, que era possível um outro país, morreu há 30 anos.

Coimbra, a cidade que guarda, fundas, as raízes da canção nova que José Afonso inventou, levou longe e contagiou outras vozes, mas também a sua academia, onde o músico se formou e transformou em cidadão inteiro, tem-lhe prestado homenagem.

A que voltam agora a Associação José Afonso (AJA), núcleo de Coimbra, e a Associação Orquestra Clássica do Centro (OCC), com mais um dos “Encontros com José Afonso – Insisto não ser tristeza”, agendado para sábado, às 21H30, no Conservatório de Música de Coimbra, com a OCC e Rui Pato e João Afonso como convidados especiais.

Uma vez mais e a concretizarem o intento que, há alguns meses, firmaram em protocolo, as duas entidades promovem um concerto cuja missão é prosseguir a caracterização impressiva de um artista ímpar e de um homem que, no tempo demasiado curto que lhe foi dado viver e no legado imenso e rico que deixou a todos, foi exemplo de militância e de combate pelas causas mais justas e universais.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.