Planos de emergência desativados no distrito

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e a Câmara Municipal de Coimbra (CMC) desativaram os planos de emergência que tinham sido acionados devido aos fogos florestais que atingiram o distrito e, particularmente, o concelho, nos últimos dias. Apesar de se ter verificado um desagravamento da situação, com menos ocorrências e as temperaturas a baixar, os fogos continuam a lavrar.
Em comunicado, a Comissão Distrital de Proteção Civil de Coimbra justifica a decisão “atendendo à gradual retoma da normalidade no que concerne aos incêndios rurais e respetivo desagravamento das condições meteorológicas que motivaram a ativação do Plano Distrital de Emergência e Proteção Civil de Coimbra”. A medida tinha sido acionada no sábado, dia 12 de agosto, devido “à situação complexa relativa às ocorrências de incêndios rurais no distrito de Coimbra que se registavam, nomeadamente em Coimbra, Miranda do Corvo e Montemor-o-Velho”.
Também a autarquia de Coimbra desativou ontem, pelas 11H00, o Plano Municipal de Emergência que estava em vigor desde sexta-feira, dia 11.

 

Notícia completa na edição impressa do dia 17 de agosto de 2017

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.