Fogo nas Carvalhosas, às portas de Coimbra, mantém 350 operacionais no terreno

Posted by

Os incêndios que, às 15H50 desta segunda-feira, concentravam maior número de meios eram os de Vila de Rei (Castelo Branco), na Zaboeira, com 396 operacionais, 123 veículos e 10 meios aéreos e, logo a seguir – com cerca de menos 45 efetivos – o incêndio florestal de Coimbra, nas Carvalhosas, com 351 operacionais, 103 viaturas e três aeronaves, de acordo com a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

Mais a sul, a Estrada Nacional (EN) 2, que liga o Norte e o Sul de Portugal, está cortada ao trânsito na zona de Vila de Rei, distrito de Castelo Branco, devido ao incêndio que ali lavra desde as 20H30 de domingo.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que a EN2 está “cortada à circulação rodoviária no sentido Vila de Rei-Abrantes” [já no distrito de Santarém], e que, no outro sentido o trânsito está “condicionado e a ser desviado para um caminho alternativo”, e que passará por localidades do concelho de Mação.

Segundo a mesma fonte, cortada à circulação está também a Estrada Nacional (EN) 251, que liga Cabaços (Tomar) a Ferreira do Zêzere, uma via que liga a EN 110 a Ferreira do Zêzere e que é paralela à A13.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.