Expofacic abriu ontem para 11 dias de animação

Posted by

Com mais de meio milhar de expositores, a Expofacic destaca-se, este ano, por ter ainda mais setores representados, que vão da área comercial, industrial e de serviços, ao setor automóvel (amplamente representado), passando por uma também forte área de instituições de ensino e saúde, espaço infanto-juvenil (no relvado central, com dezenas de insufláveis e ateliês de jogos pedagógicos), uma extensa área agrícola e oito palcos para música ao vivo, sabendo que é no palco gigante, na zona poente, que decorrem todos os grandes concertos nacionais e internacionais.
Na inauguração que ontem à tarde decorreu – com a presença do secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas, Miguel Freitas – concentraram-se dezenas de convidados, entre representantes de organismos oficiais e empresários, destacando-se uma delegação brasileira que incluía o deputado Federal pelo Maranhão Hildo Rocha, presidente da Comissão de Reforma Tributária no Brasil, e Marco António, perfeito da localidade de Cantanhede/Maranhão.
O presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, João Moura, como anfitrião, interpretou a presença do membro do Governo, como um “reconhecimento público do imenso trabalho aqui desenvolvido para dar corpo a este que é, no seu género, o maior certame do país”. O autarca acrescentou que “os 27 anos da Expofacic representam uma assinalável longevidade e, mais do que isso, um processo evolutivo que temos o dever de assinalar”.
“Trata-se de uma confiança que tem como referência uma história baseada na perseverança dos que acreditaram que as grandes realizações só são possíveis com muito trabalho e que exigem também uma adequada conjugação dos fatores que geram a força coletiva das comunidades”, assinalou ainda João Moura.

Entretanto, o Município de Cantanhede tem vindo a colher “importantes benefícios decorrentes de uma aposta com incidência em investimentos nos fatores que dão maior expressão às vantagens comparativas do concelho, nomeadamente ao nível da captação de investimentos empresariais”, constata o edil, destacando a “evolução do Biocant Park; este parque que tem instaladas empresas e entidades que correspondem a cerca de 40% do setor da biotecnologia em Portugal está a avançar para a consolidação de um núcleo industrial, através do reforço da sua atratividade relativamente a indústrias de elevado valor acrescentado”.

One Comment

  1. Tété Carvalho says:

    Virgul, Jimmy P e kura?
    Só música para chavalos inteligentes!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.