Bombeiros de Poiares vão receber Equipa de Intervenção Permanente

Posted by

Os Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Poiares vão poder contar, até final do corrente mês, com uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP). Estas estruturas constam de cinco operacionais, que estão em permanência nos corpos de bombeiros voluntários, para prestar qualquer tipo de socorro, sendo financiadas a 50% pelo autarquia e o restante pelo Estado.

Atualmente existem 166 EIP, mas na última semana o Ministério da Administração Interna assinou protocolos para a criação de EIP em Vila Verde e Barreiro e, até ao final de julho, vão ser criadas as de Vila Nova de Poiares e Portel, sendo ainda intenção do executivo criar 20 EIP no próximo ano.

Neste contexto, o ex-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) Duarte Caldeira defende a existência de, pelo menos, uma equipa de profissionais nos corpos de bombeiros voluntários, tendo em conta as exigências atuais do socorro.

“Hoje já não há corpos de bombeiros voluntários que possam responder às exigências do socorro se não tiverem, no mínimo, uma equipa de bombeiros profissionais”, disse o investigador na área da proteção civil, adiantando que ainda não existem em todas as corporações estas equipas profissionais.

“Temos 278 municípios no país e há 430 corpos de bombeiros. Ainda há um longo caminho a percorrer”, frisou o também presidente do Centro de Estudos e Intervenção em Proteção Civil (CEIPC) e coordenador do curso em Emergência e Proteção Civil da Universidade Nova de Lisboa.

Para Duarte Caldeira, a criação destas equipas profissionais nos bombeiros voluntários passa também por uma disponibilidade dos municípios.

“Os municípios são parte da solução e não do problema, nomeadamente dotar os corpos de bombeiros de meios humanos”, afirmou.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.