20 mil euros para duas iniciativas da Anozero’17

Posted by

Delfim Sardo é o curador da Bienal Anozero’17

A Câmara de Coimbra vai atribuir um subsídio de 20.000 euros ao Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC) como apoio à realização da bienal de arte contemporânea Anozero’17, evento de que a autarquia é entidade coorganizadora.

O montante destina-se, nomeadamente, à edição de um livro de Alberto Carneiro e à realização de um conjunto de conferências, no Convento São Francisco, subordinadas ao tema “Curar e Reparar: boas práticas de reabilitação. Apresentação de casos de estudo”.

Recorde-se que, aquando da apresentação da Anozero’17, a Câmara de Coimbra anunciou a atribuição de uma verba de 75 mil euros para a bienal. Logo na altura, a vereadora da Cultura, Carina Gomes, admitiu que poderia haver um “apoio pontual para trabalhos que têm de ser desenvolvidos”.

Alberto Carneiro

Alberto Carneiro é considerado um dos mais importantes artistas portugueses do século XX. Entre 1972 e 1985, foi diretor pedagógico e artístico do CAPC. Morreu no Porto, aos 79 anos, no mês de abril.

Nasceu em setembro de 1937, em São Mamede do Coronado, concelho da Trofa, distrito do Porto, local ao qual se manteve ligado durante toda a vida e onde iniciou a aprendizagem da escultura com um santeiro.
No Porto, frequentou a Escola Soares dos Reis e a Escola de Belas Artes, onde se licenciou em 1967 e onde venceu o prémio nacional de escultura, em 1968, antes de partir para Londres.
Na capital britânica, estudou com Anthony Caro e Philip King. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, de 1975 a 1976, e deu aulas de Escultura nas Belas Artes do Porto.
A partir de 1985 e até 1994, deu aulas na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto.

“Curar e reparar”

“Curar e reparar” é, justamente, o tema genérico da segunda edição da bienal de arte contemporânea de Coimbra Anozero. A curadoria é do docente do Colégio das Artes da UC Delfim Sardo, antigo director do centro de exposições do Centro Cultural de Belém.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.