Polícia Judiciária deteve alegado incendiário em Pombal

Posted by

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem que terá sido o autor de um incêndio florestal que ocorreu no concelho de Pombal no final do mês de abril.

Em comunicado, a PJ informa que a detenção do homem de 30 anos foi realizada pela Diretoria do Centro, que contou com a colaboração “ativa e empenhada” da GNR de Pombal.

O detido, solteiro e sem profissão, terá praticado “um crime de incêndio florestal”, a 27 de abril, “em terreno povoado com pinheiros, carvalhos, silvas e mato, que só não atingiu maiores proporções devido à pronta intervenção dos bombeiros”.

“O suspeito ateou o incêndio, através de dois focos distintos, utilizando um isqueiro, e terá agido num quadro de perturbação emocional, alegando que se encontra insatisfeito consigo próprio e por gostar de observar o combate aos incêndios”, descreve.

De acordo com a PJ, foram também “colhidos elementos que apontam no sentido de o detido ser o autor de outros incêndios florestais na mesma zona, pelo que as investigações prosseguem”.

O homem vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

No corrente ano, a PJ já identificou e deteve 21 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.