Opinião: Figueira… Viva!

Posted by

Teotónio Cavaco

Criada em 1998, a FigueiraViva é uma IPSS dedicada sobretudo à cooperação, apoio, concessão de bens e prestação de serviços de segurança social, mas nestas linhas sobretudo destacada pelo desenvolvimento de atividades de natureza interventiva com o objetivo do reforço da participação democrática dos cidadãos.

Ao longo dos anos, os seus dirigentes têm feito cidadania, intervindo quer através da proposta de reflexão sobre assuntos e dossiês mais ou menos estruturantes, quer pela intervenção pública, em ações ora de rua ora junto das mais variadas instâncias de poder.

Na 4.ª feira, propuseram que se discutisse, da série “Figueira em Debate”, o tema “Pensar na Cidade: o presente e o futuro da Figueira da Foz”, do qual retirei duas principais notas: 1. ausência do Presidente da Câmara, de qualquer dos Vereadores ou Presidentes de Junta e da grande maioria dos deputados Municipais (honrosa exceção do Presidente da AM e de 4 deputados), ausência de representantes do poder económico, cultural ou religioso – todos estes acham que não vale a pena?

É que nem era dia do Benfica jogar…; 2. quase unanimidade na constatação de que à Figueira falta um desígnio, e portanto uma estratégia, e um poder político capaz de congregar e motivar as forças necessárias ao cumprimento daquele.

Isabel Cardoso e Matos Rodrigues desafiaram, e Miguel Figueira, a propósito do by pass, arrebatou: “Se for preciso mudar o Mundo para ganhar a Cidade, ‘bora lá!”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.