MP acusa marido de inspetora de “declarações discrepantes”

Posted by

O Ministério Público (MP) acusou ontem Carlos Coelho, o marido de Ana Saltão, de prestar em tribunal declarações com “manifestas discrepâncias” em relação ao que tinha dito em sede de inquérito. A procuradora Ângela Bronze requereu a leitura dessas declarações, mas a defesa contestou.

Para o MP, as maiores diferenças dizem respeito ao que o também inspetor da Polícia Judiciária (PJ) alegou relativamente “às dificuldades económicas do casal, ao conhecimento dos montantes que a avó teria em contas bancárias” e aos “comentários sobre a não distribuição do dinheiro que fazia falta aos filhos”.

A procuradora referiu-se ainda ao facto de Carlos Coelho ter demonstrado, numa fase inicial, “estranheza por a mulher ter o telemóvel desligado” no dia do homicídio, bem como quanto à limpeza do carro.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.