Mais de 200 médicos disponibilizam-se para ajudar populações em Pedrógão Grande

Posted by

Mais de 200 médicos disponibilizaram-se para ajudar populações nos centros de saúde de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, informou o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM).

Carlos Cortes lançou o apelo na segunda-feira, nas redes sociais e através de um e-mail endereçado a nove mil médicos da região Centro, sendo que já “mais de 200 médicos” mostraram disponibilidade para prestar apoio no terreno, disse à agência Lusa.

O pedido “de apoio urgente” surgiu na sequência do apelo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Pinhal Interior Norte e as respostas “vieram de todo o país, incluindo ilhas”, de profissionais que “se dispõem a tudo o que for necessário”, sublinhou Carlos Cortes.

O presidente da SRCOM acredita que a oferta de médicos para a região afetada pelo incêndio que começou no sábado, em Pedrógão Grande, “é muito superior em relação à necessidade”, mas relatou que, neste momento, também Góis, no distrito de Coimbra, “pede médicos”.

“Os médicos estão dispostos a fazer tudo”, realçou, referindo que nos centros de saúde da zona surgem “situações mais urgentes de intoxicações, queimaduras ou stress”, mas há que atender também a casos indiretamente relacionados com o incêndio.

“Numa área com muita gente idosa, com diferentes patologias, seja diabetes ou problemas cardiovasculares, os doentes estão todos a descompensar, porque deixaram de tomar a sua medicação”, frisou Carlos Cortes, considerando que, em alguns casos, esses doentes poderão ter de ser transferidos para um hospital.

One Comment

  1. Ora assim é que é!
    O referente de 'Médico' existir mesmo, e cumprir com o que está descrito no Juramento Hipocrático.
    Serão uma minoria, mas serão os Bons.
    Serão os Bons Médicos existentes. A compensar todos aqueles particulares que não existem, pelo menos na mesma acepção em que estes bons e abnegados médicos existem. 🙂
    Um grande Bem-haja! E Haja Bem!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.