Atropelamento em Montemor-o-Velho fez uma vítima mortal

Posted by

Uma mulher de cerca de 70 anos morreu hoje atropelada por um veículo ligeiro em Montemor-o-Velho, distrito de Coimbra, disse fonte da GNR.

A septuagenária terá sido atropelada quando atravessava a estrada nacional n.º 111, no concelho de Montemor-o-Velho, por volta das 13H30, disse à agência Lusa fonte do Comando Territorial da GNR de Coimbra, acrescentando que o atropelamento não foi seguido de fuga e que o condutor do veículo ligeiro não sofreu qualquer ferimento.

O trânsito esteve interdito no sentido Coimbra-Figueira da Foz, mas entretanto já foi reaberto, referiu a mesma fonte.

A morte da vítima foi confirmada no local, onde estiveram sete operacionais e três viaturas dos Bombeiros, GNR e delegada de saúde, disse fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro de Coimbra.

No local, também esteve o núcleo de investigação de acidentes de viação da GNR para averiguar o sucedido.

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Há uns tempos atrás, o alcaide de terras de Fernão Mendes Pinto, em casos que nos parecem de semelhante teor (perda de uma vida humana), cedo se apressava a aparecer com o "seu" (modo de falar, porque a CMMMV, com manifesto pesar certamente, ainda não lhe pertencerá 🙂 ) séquito de psicólogos e técnologos afins para prestar apoio psicológico à família da vítima (conforme, por mera coincidência – diga-se a bem da verdade, porque certamente nem terá existido oportunismo suficiente de quem quer que seja para obter dividendos de tão altruísta e louvável atitude – foi noticiado por aqui na estampa do Beiras Times)… Este caso também terá feito despoletar esse altruísta mecanismo de ajuda aos familiares da vítima mortal deste atropelamento?
    Na óptica do leitor desta magnânima estampa jornalística, isso deve ser apurado com recurso ao faro de jornalismo de investigação a que o Beiras Times nos tem habituado e naturalmente, devidamente divulgado… Isso é que é notícia…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.