Governo pede mais execução para o Portugal 2020

Posted by

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

“Executar, executar, executar”. Esta é a palavra de ordem do Governo relativamente aos próximos meses do Portugal 2020.

No evento anual de apresentação de resultados do programa de fundos comunitários, e que ontem se realizou no Grande Auditório do Convento São Francisco, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, e o secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, fizeram questão de reforçar esta proposta, ao mesmo tempo que divulgaram dados até ao final do primeiro trimestre do ano.

Os dados apresentados são do total agrado dos dois membros do Governo. Depois de um arranque bastante tímido, os últimos 15 meses foram de “prego a fundo” na aprovação e contratualização de apoios às diversas entidades que podiam candidatar-se a estes fundos.

De tal forma que, como fez questão de lembrar Pedro Marques, o investimento público e privado cresceu no primeiro trimestre deste ano 25 e 10 por cento, respetivamente, em comparação com igual período do ano passado. “Portugal 2020 está no terreno e será a grande alavanca do desenvolvimento do país”, garantiu o ministro.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.