Toponímia figueirense homenageia o “homem bom” que foi Azenha Gomes

Posted by

 

 

Foi descerrada ontem a placa toponímica da rua António Azenha Gomes, na antiga rua das Matas, em Caceira de Cima, na freguesia das Alhadas, terra natal do “Senhor coletividades”, onde residia.

 

O homenageado faleceu, aos 67 anos, em maio de 2014, vítima de doença prolongada. A cerimónia contou com a participação de vereadores da maioria socialista e da oposição social-democrata, deputados municipais, representantes de dezenas de associações do concelho, políticos e populares.

Azenha Gomes era “um homem bom”. Foi o que todos aqueles que usaram da palavra disseram, definição que colhe unanimidade junto daqueles que o conheceram.

Os que se juntaram à homenagem, e foram muitos, enfatizou João Ataíde, presidente da Câmara da Figueira da Foz, estavam ali numa “presença sentida e justa”.

 

Informação completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.