Inspetor-adjunto do SEF condenado a 21 meses de prisão

Posted by

ARQUIVO DB/LUÍS CARREGÃ

O inspetor-adjunto do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), acusado de ter atropelado mortalmente uma mulher a 27 de novembro de 2014 quando conduzia sob o efeito de álcool na zona do Loreto, foi ontem condenado a 21 meses de prisão, suspenso por igual período.

Na sentença, ontem lida no Tribunal de Coimbra, o presidente do coletivo de juízes condenou o arguido a 24 meses de sanção de conduzir , estando durante esse período sujeito a participar num programa de prevenção rodoviária.

Para esta decisão contribuiu o facto de não ter sido dado como provado que o inspetor-adjunto do SEF conduzisse sob o efeito de álcool, nomeadamente à taxa de alcoolemia de 4,2 gramas/litro – resultado esse que acusou nas análises ao sangue no hospital.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.