Cerâmica Dominó é exemplo de aplicação de fundos da UE

Posted by

FOTO DR

A fábrica de revestimentos cerâmicos Dominó, localizada no Parque Industrial de Condeixa, foi ontem visitada pela chefe da representação da Comissão Europeia (CE) em Portugal, Sofia Colares Alves, como exemplo da boa aplicação de fundos comunitários para revitalização de empresas.

Neste contexto, a Dominó foi apoiada no âmbito do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos, o que permitiu à empresa recuperar da situação económica difícil em que se viu envolvida, em consequência da retração dos mercados, originada pela crise do subprime de 2008/09.

“A Dominó é o exemplo do que gostaríamos de ter pelo país fora. Foi uma empresa que, através do apoio da União Europeia conseguiu recuperar uma indústria tradicional, que sofreu momentos de crise, e conseguiu renovar-se, inovar, expandir-se para mercados e, sobretudo, encontrar novos produtos que dessem resposta a novas necessidades”, referiu Sofia Colares Alves. Agora, a cerâmica de Condeixa-a-Nova exporta 65% da sua produção, para cerca de quatro dezenas de países.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.