Ampliação do Foz Plaza para o horto municipal da Figueira da Foz pode gerar dois mil postos de trabalho

Posted by

 

Segundo a vereadora executiva Ana Carvalho revelou na reunião da Câmara de Figueira da Foz,  a ampliação do Foz Plaza para o horto municipal pode gerar dois mil postos de trabalho e levar para aquele centro comercial lojas-âncora internacionais

 

 

Numa reunião de câmara, ontem, em que pela primeira vez os elementos femininos estiveram em maioria na vereação, quatro do PSD e dois do PS, ganhando por 6-3 aos autarcas masculinos, o horto municipal voltou a ser tema de debate.

Foi Luís Pena, conhecido advogado local e ativista de diversas causas que têm mobilizado milhares de figueirenses, quem lançou as cartas para a mesa, na sequência de uma intervenção feita durante o período destinado ao público, e todos foram a jogo.

O centro comercial Foz Plaza, como adiantou o Diário As Beiras, está interessado em ampliar as instalações para a zona do horto municipal que o PDM contempla como urbanizável, para captar lojas-âncora, prometendo criar cerca de dois mil postos de trabalho. A maioria socialista, porém, garante que a área em questão não compromete o corredor verde nem o parque de campismo.

Teresa Machado, do PSD, advertiu: “Nesta situação vai cometer-se um tremendo erro, se for permitido o aumento do espaço comercial, porque vai acontecer o mesmo que aconteceu com o Edifício O Trabalho!”.

 

Informação completa na edição impressa

2 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.