Três dias de arte e dramaturgia no TAGV

Luís Carregã

Foi, ontem, apresentada a terceira edição do Festival END – Encontros de Novas Dramaturgias, que se realiza de 27 a 29 deste mês, no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV). O projeto promete “cruzar a prática artística, investigação e, também, o universo universitário”, em três dias em que a cultura estará no centro das atenções.
Novamente produzido pela associação Colectivo 84, o programa do festival vai envolver leituras encenadas de textos, debates, seminários e espetáculos, em diferentes espaços da cidade, como o Colégio das Artes, a Casa da Escrita ou a Oficina Municipal do Teatro.
“A ideia é convocar as pessoas a debater os temas que serão tratados nos espetáculos. Levar o espetador a refletir…”, explicou Mickaël Oliveira, diretor criativo do projeto e um dos responsáveis pelo lançamento do festival, que decorreu esta quinta-feira, no TAGV.
O festival arranca no dia 27 com o espetáculo “A Constituição” de Mickaël Oliveira. No dia seguinte, está previsto o debate “Ensina-se a escrever para teatro?”, moderado por Rui Pina Coelho e que conta com a participação de Armando Nascimento Rosa, Carlos Costa, Jorge Palinhos e Miguel Castro Caldas.

Notícia completa na edição impressa de hoje

(Texto de Margarida Lopes)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.