Autarca socialista rompe com PS na Assembleia Municipal de Góis

Posted by

O presidente da União de Freguesias de Cadafaz e Colmeal, Carlos Jesus, rompeu com o grupo do PS na Assembleia Municipal (AM) de Góis e assumiu o estatuto de independente, disse ontem o próprio à agência Lusa.

Entre outras razões para se desligar do PS, enquanto membro da AM e da Comissão Política Concelhia, Carlos Jesus alegou “falta de solidariedade” da presidente da Câmara, Maria de Lurdes Castanheira, “para com a União de Freguesias” a que preside.

“Os problemas já são de antigamente”, afirmou, enumerando duas das situações em que diz não ter contado com o apoio da autarca e presidente da Concelhia do PS.

Em causa, segundo Carlos Jesus, estão o processo de fusão das freguesias de Cadafaz e Colmeal, que ele e um grupo de cidadãos contestaram, avançando com uma ação popular que lhes acarretou despesas judiciais, e uma dívida de mais de 72 mil euros que era do Cadafaz e passou para a União de Freguesias.

O executivo já saldou “a maior parte das dívidas”, desde 2013, faltando ainda pagar algumas prestações à Segurança Social.

Nos últimos anos, além da “falta de apoio do partido, senti sempre que me queriam empurrar”, lamentou o militante do PS e presidente da União de Freguesias de Cadafaz e Colmeal.

Carlos Jesus tomou a decisão de romper com a estrutura local do PS na sequência de um almoço de lançamento, em novembro, da recandidatura de Lurdes Castanheira à Câmara de Góis.

“Não fui ouvido, nem convidado para essa apresentação”, disse.

A Lusa tentou obter a posição de Lurdes Castanheira, o que ainda não foi possível.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.