Projetos empresariais candidatos ao Centro 2020 têm majoração no interior da região

Posted by

O Programa Operacional Regional do Centro do Portugal 2020, com financiamento comunitário de 2,16 mil milhões de euros (a investir até 2020), já tem 53,3 por cento de verbas reservadas, disse ontem a presidente da Comissão de Coordenação da Região Centro, Ana Abrunhosa. São verbas a gerir pela Comunidades Intermunicipais (CIM) e Gabinetes de Ação Local (GAL), de acordo com as candidaturas já aprovadas. Assim, há quase outra metade de verbas a aguardar candidaturas para financiamento.

A presidente da CCDRC dirigiu-se ontem aos empresários da Pampilhosa da Serra, onde decorreu uma sessão pública de informação, para os desafiar a apresentar candidaturas, mesmo de pequenas empresas, de forma a aproveitar os apoios existentes. Neste quadro, a responsável, acompanhada por outros dois dirigentes de topo da CCDRC – Isabel Damasceno e Jorge Brandão – explicou que o dinheiro disponível é quase todo para emprestar aos empreendedores, sem juros, na modalidade de “sistemas de incentivos”. A prioridade está a ser dada a empresas médias que invistam em alterações no processo de produção e em novos produtos, tendo em vista a “inovação, competitividade e internacionalização”.

Neste âmbito, Ana Abrunhosa aconselhou as empresas as reforçarem a inovação nas suas atividades, em colaboração com as instituições do ensino superior, mesmo que estejam localizadas em territórios de baixa densidade, que aliás, por esse facto, beneficiam de majoração de financiamento: “não há que ter receio”, refere a presidente da CCDRC, realçando que os empresários “sabem do que precisam”, mas devem ir buscar o apoio das universidades e institutos politécnicos em cada região.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.