Um “prato do dia” entregue por drone em Penela

Posted by

Um sorriso aberto de quem se sente genuinamente feliz com o ajuntamento previsível, mas, ainda assim, inesperado. Mesmo debilitado pela pouca saúde dos últimos dias, Joaquim Reis foi um anfitrião à altura para o projeto piloto que, esta terça-feira, “afirmou Penela como território de inovação” ao apresentar ao país a primeira entrega personalizada por drone de uma refeição ao utente da Santa Casa da Misericórdia a residir em Podentinhos, a uma dúzia de quilómetros da vila.

Nem a propósito, Portugal acaba de regulamentar as aeronaves pilotadas remotamente, o que permite avançar de facto para uma atividade que, “não sendo ainda o futuro, rapidamente lá há de chegar”.

E o futuro deixou-se vislumbrar, esta terça-feira, na experiência que partiu da encosta do emblemático castelo de Penela, rumo a Podentinhos, onde, em quatro minutos, um drone programado pela Connect Robotics e construído à medida pela Sleek Lab, empresa de Coimbra, deixou uma marmita com o almoço de Joaquim Reis, único antigo habitante do lugar, agora acompanhado por alguns estrangeiros a estabelecerem-se num projeto de autocaravanismo vintage.

Texto na íntegra na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.