Opinião: Convento de Seiça

Posted by

Rui Curado Silva

O Convento de Seiça é um local de memórias de infância. Ali brincámos tardes inteiras sem consciência da importância e de toda a história decorrida naquele espaço desde o tempo em que foi erguido, por volta de 1175.

Nos anos 80 o desinteresse por um mosteiro que pertenceu à Ordem Cisterciense era normal. Felizmente, hoje damos mais importância à história que encerram as pedras destas grandes obras do nosso passado. Mas ainda podemos fazer melhor.

A Associação dos Amigos do Convento de Santa Maria de Seiça tem realizado um trabalho assinalável em prol da recuperação do Convento. Recentemente, o Prof. Eurico Silva em colaboração com esta associação lançou um belíssimo livro intitulado “Mistérios de Seiça” onde se dá a conhecer não apenas a história do Convento, mas também todo o contexto que envolve a sua construção e percurso pela história até à atualidade.

Essa história ainda hoje tem muito por esclarecer, é uma história onde lendas se cruzam com a realidade. A existência da Capela Octogonal junto ao Convento é um desses mistérios que convida a lendas e histórias fantásticas. Mas Eurico Silva também nos conta como foram os últimos tempos do Convento até ao seu abandono pelos frades no século XIX.

Entrevista a família dos Carriços, que foram os últimos proprietários do Convento até à aquisição pela Câmara. E na Câmara se encontra encalhado à espera de melhores dias.

One Comment

  1. Observador says:

    É realmente uma vergonha que as entidades oficiais nada tenham feito ao longo de tantos anos. Quando o que resta ruir virão os lamentos e pouco mais…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.