Empresas no feminino: Picadeiro – o (re)canto de uma mulher apaixonada por línguas

Posted by

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

O Picadeiro, na Figueira da Foz, ali mesmo pertinho do casino, já é um dos recantos da Figueira da Foz no verão e no inverno. Tendo nascido como casa de petiscos, depressa se transformou num restaurante, snack e bar.

Reconhecendo que a Figueira da Foz tem uma gastronomia própria que gira à volta dos peixes, sublinha que os petiscos tiveram sempre um caráter mais nacional do que apenas regional.

Ao lado do Picadeiro, onde conta com o apoio e dedicação do marido e do filho, Isabel João Brites ainda mantém o quiosque de gelados no jardim municipal da Figueira.

É, como diz sem esconder a emoção, “um negócio de coração, que vem do tempo da avó e que existe há mais de 60 anos na família”. “Felizmente que hoje o jardim começa a ter uma nova vida, mais procura e outra dinâmica com os eventos que se lá vão realizando, dando também alguma vida ao próprio quiosque”, confessa.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.