Figueira Respira com mais ar nos pulmões

Posted by
Lígia Fernandes, pneumologista

Lígia Fernandes, pneumologista

O projeto Figueira Respira, iniciado há dois anos – mas com, apenas, um ano de atividade clínica – está a conseguir diminuir o subdiagnóstico da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) na Figueira da Foz.

Esta iniciativa pioneira, qualifica aquela fonte, conta com a colaboração do Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF), unidades de saúde familiares de São Julião e Buarcos, Unidade de Cuidados da Comunidade Farol do Mondego e Câmara Municipal da Figueira da Foz.

“Este projeto possibilitou uma articulação mais forte entre níveis de cuidados, nomeadamente no que toca à realização de espirometria, exame fundamental para o diagnóstico da DPOC”, destaca Lígia Fernandes, pneumologista do HDFF, citada em nota de imprensa enviada ao Diário As Beiras.

Através deste programa, continua, os médicos dos centros de saúde da região podem enviar diretamente os utentes para aquele hospital, onde se realiza o exame. Antes, saliente-se, tal apenas era possível em regime convencionado, a 45 quilómetros de distância, em Coimbra.

 

(Ler entrevista completa na edição em papel de 24 de novembro de 2016 do DIÁRIO AS BEIRAS)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.