Combate ao insucesso escolar no interior do país exige novo modelo educativo

Posted by

joao-ataide

O presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra, João Ataíde, defendeu hoje a necessidade de se repensar o modelo de oferta educativa para combater o abandono escolar, sobretudo nos territórios de baixa densidade.

A “principal preocupação” da CIM da Região de Coimbra é o combate ao insucesso e abandono escolares (e a criação de condições para o sucesso escolar), particularmente nas regiões mais atingidas pelo despovoamento, que também são as mais penalizados por aquele fenómeno, afirmou João Ataíde.

“Os territórios de baixa densidade e mais envelhecidos são os mais afetados” pelo insucesso e abandono escolares e isso implica “repensar o modelo de oferta educativa”, sustentou o presidente da CIM, que falava hoje na sessão de abertura do colóquio ‘Empreendedorismo e criatividade na Região de Coimbra’.

É necessário criar um modelo de oferta educativa que, “adequando infraestruturas e recursos humanos”, melhore a aprendizagem e previna o abandono escolar, sustentou ainda o também presidente da Câmara da Figueira da Foz.

“Não escondemos nem esquecemos que problemas como a desertificação ou a queda da taxa de natalidade contribuem para a destruição silenciosa e sistemática do nosso capital humano”, alertou.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.