PJ deteve em Coimbra os últimos dois de dez arguidos identificados como membros de gangue de droga

Posted by

pj

A detenção de dois homens, de 27 e 30 anos, acusados de pertencer a um gangue de tráfico de droga que atuava no eixo Coimbra-Viseu, representa a conclusão de uma investigação da Polícia Judiciária (PJ) em que já tinham sido detidos outros oito elementos e apreendida uma grande quantidade de produto estupefaciente, foi hoje anunciado.

A atual detenção resultou de uma segunda tentativa para prender um homem que tinha tentado atropelar um agente da PJ, em abril passado, conseguindo colocar-se em fuga nessa altura, embora a viatura que conduzia tenha ficado cravejada de balas disparadas por um agente. Foi esse indício – encontrado na perícia ao automóvel, numa oficina – que permitiu identificar o condutor.

As 10 pessoas detidas, ao abrigo desta investigação nos últimos seis meses, três das quais mulheres, foram ouvidas no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Coimbra, e quatro ficaram em prisão preventiva, incluindo um dos dois últimos detidos.

Este suspeito acabou por ficar em prisão preventiva, “mas no âmbito de outro processo” em que é suspeito da prática de diversos crimes, incluindo sequestro, revelou fonte da PJ.

Na investigação foram apreendidas mais de duas mil doses de heroína, 100 doses de cocaína e 13.400 euros em numerário, além de três viaturas, duas delas de gama alta, uma pistola de calibre 6,35 mm e 56 munições.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.