Município da Figueira da Foz poupa três milhões de euros com a renegociação da dívida

Posted by

camara figueira da foz

As mais recentes renegociações das taxas de juro e do spread (lucro dos bancos) dos empréstimos que sustentam o Plano de Saneamento Financeiro (PSF) representam uma poupança de cerca de 700 mil euros até 2023, ano em que o município da Figueira da Foz acabará de pagar os 33 milhões pedidos à banca, em 2011, para equilibrar as contas.

Esta folga financeira permite canalizar verbas para investimento.

A presidência da câmara fez as contas e chegou à conclusão que havia margem para reduzir a despesa da dívida, através da revisão dos contratos de crédito dos dois maiores dos três empréstimos do pacote – CGD, 16 milhões de euros, e BPI, 10 milhões de euros.

O juro inicial, indexado à taxa Euribor a seis meses, era de 5,5 por cento. Após a primeira renegociação, neste mandato autárquico, desceu para 3,25 por cento.

Versão completa na edição impressa

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.