Enfermeiros do IPO exigem as 35 horas e mais profissionais

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

Um abaixo-assinado a exigir a passagem a 35 horas de trabalho para todos os enfermeiros, independentemente da sua situação contratual foi, ontem, entregue ao conselho de administração do IPO de Coimbra.

Profissionais de enfermagem reclamam ainda uma maior aposta nos recursos humanos, numa altura em que anunciam dois dias de greve para 9 e 10 de agosto.

A situação, recorde-se, diz respeito à reposição das 35 horas na função pública, que, para os profissionais da área da saúde, nomeadamente os enfermeiros, não foi universal, mantendo-se as 40 horas para quem tem contrato individual de trabalho.

Versão completa na edição impressa

3 Comments

  1. Irene Chaves says:

    É Justo!

    • Poortugues says:

      Justo? Justo é TODOS os trabalhadores terem o mesmo horário de trabalho. Alias, terem o mesmo código do trabalho. Enquanto existirem dois códigos do trabalho em Portugal não haverá justiça no emprego.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.