Bares do Parque Verde “ganham” piso superior

D.R.

D.R.

O edifício que acolhe os espaços de restauração do Parque Verde do Mondego vai ser “revisto” por Camilo Cortesão, arquiteto e autor do projeto.

O que se pretende é encontrar uma solução que permita minimizar os danos causados pelas cheias sempre que o rio Mondego transborda.

O anúncio foi feito ontem por Manuel Machado, presidente da câmara de Coimbra, durante a reunião do executivo.

Segundo o autarca, a solução poderá passar pela criação de uma estrutura que permita o funcionamento de espaços de restauração também no piso superior dos edifícios, ou seja, “acima do nível de cheias”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.