MP pede 20 anos para jovem de Arganil

Posted by
FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

O Ministério Público (MP) pediu ontem ao coletivo de juízes a aplicação de uma pena de 20 anos de prisão para o jovem acusado de homicídio qualificado da namorada. Na sessão de ontem, que decorreu no Tribunal de Coimbra, a procuradora Ângela Bronze defendeu a versão de que o arguido quis terminar “uma situação que o desgostava para evitar o assédio da vítima”. Como tal, e estando “saturado” pelas pressões da vítima “decidiu por cobro à situação” tirando a vida à namorada Andreia.

Ao mesmo tempo, a procuradora salientou o facto do arguido ter entrado em contradições em todo o processo, ao ponto de ter apresentado “três versões diferentes dos factos”. “A última tese foi a de acidente”, frisou. Desta forma, e porque entende que o homicídio decorreu de um “motivo fútil”, Ângela Bronze pediu a aplicação de uma pena de 20 anos de prisão.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.