“Honoris causa” para Guterres foi “máxima distinção”

Posted by
FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

 

“A máxima distinção que se pode imaginar no quadro de uma instituição histórica portuguesa” foi como o Presidente da República classificou ontem a atribuição do grau de “Doutor Honoris Causa” a António Guterres pela Universidade de Coimbra.

Marcelo Rebelo de Sousa parafraseou o que o homenageado já havia dito durante a cerimónia na Sala dos Capelos, acrescentando que o antigo primeiro-ministro e também ex-Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), é “a figura mais brilhante” da sua geração e “foi, porventura, o primeiro-ministro mais amado de Portugal”. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que outros chefes de Governo “suscitaram grandes paixões, mas também grandes oposições”, mas Guterres “nunca teve praticamente nenhuma oposição em Portugal”.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Zé Pistolas says:

    mais um que andou a mamar e agora leva mais um Doutor Honoris Causa pq pq é PS e porque sim

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.