Queijo com 75 quilos foi atração no mercado romano do Rabaçal

Posted by

RABAÇAL

O maior Queijo Rabaçal alguma vez fabricado foi ontem apresentado e provado no Mercado do Queijo e dos Romanos, que decorreu no Rabaçal, vila romana do concelho de Penela. Tinha 75 quilos e havia sido confecionado com 500 litros de leite, atingindo um metro de diâmetro, com a certificação DOP (Denominação de Origem Protegida).

Embora a iniciativa tivesse contado com a colaboração do coletivo de artistas Grupo Viv’Arte, recriando (com humor) a sociedade do tempo dos Romanos, o certame foi praticamente dominado pelo comércio de bens alimentares – com o Queijo Rabaçal no topo – e artesanato.

O espaço onde o mercado decorreu este ano não teve a imponência da Villa Romana do Rabaçal, onde se realizou nos últimos anos mas, mesmo assim, mais de duas mil pessoas aproveitou o bom tempo e a animação – incluindo o XVI Festival de Folclore do Rabaçal – para comparecer no evento, onde marcaram presença meia centena de expositores.

O local alternativo para realizar o Mercado do Queijo e dos Romanos, devido à chuva que antes tinha alagado a Estação Arqueológica Villa Romana do Rabaçal, foi a Rua da Escola, incluindo o tapete de relva ao lado do jardim de infância, onde se fizeram as degustações e as atuações musicais.

One Comment

  1. Separemos as águas: uma coisa é queijo Rabaçal e outra é queijo do Rabaçal. O queijo Rabaçal, pode encontrar-se próximo desta vila nas povoações mais para o cimo da serra, é confeccionado, APENAS, com leite de cabra e ovelha, sendo os rebanhos constuidos por estas espécies numa proporção de uma cabra para 4 ou 5 ovelhas. Outra é o queijo do Rabaçal, confeccionado, na quase totalidade, com leite de vaca. Compreende-se, por isto, porque é que a Confraria Gastronómica que consagra aquele produto se chama Confraria do Queijo Raçabal. Fica o alerta para quem não sabia a diferença.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.