Opinião – Pensar nos médicos e naqueles que servimos!

Posted by
Cesário Andrade Silva

Cesário Andrade Silva

São 07:55 e ainda saboreio mentalmente o 2-1 do Portugal-Bélgica, visto na Pastelaria Nevada onde há Sagres, pastéis de nata e mini-queijadas de Sintra, relembro que a Bélgica podia ter sido goleada numa exibição soberba do Sporting, digo de Portugal (desculpem mas eram tantos jogadores do Sporting ou formados na Academia que era difícil não ver o dedo do JJ naquelas jogadas), feitas de olhos fechados entre Adrien, Cedric, João Mário, Nani, Ronaldo com a ajudazinha de um ou outro jogador do Valência e/ou do Southampton, mas sempre com a segurança e tranquilidade do melhor guarda-redes português, por acaso do SCP e não me importava de ter o Courtois, mas estava na outra baliza e só graças a ele Portugal não esmagou esta Bélgica que pode ser campeã da Europa e vejam só, nós também.

Vemo-nos em França.

Com a inspiração em baixo porque estou de férias, a minha Princesa lembra-me que a Espanha ainda não tem Governo, tem um Rei a fazer um trabalho muito bom, ele que foi criado no Estoril, mas Espanha não parou, tudo continua sempre com o “cerne do dia a dia” nas Comunidades que gerem tudo o que há para gerir, deixando para o Governo as coisas importantes, como a integridade territorial, a defesa, a diplomacia externa, os problemas da CE e do Euro e depois há a “siesta” das 14 às 17h, mas trabalham a partir das 7h e “as noites” é ao fim de semana com muita actividade cultural seguida de um “copito”, um “baile” e descanso que é preciso trabalhar, e logo, nem se nota que não têm Governo.

Também a Bélgica há uns anos atrás esteve sem Governo durante muito tempo e correu tudo melhor (PIB para cima, desemprego para baixo, etc) do que com Governo e isso deve merecer a consideração, sempre dos nossos políticos.

Ah, e é uma delícia ver o nosso Presidente da República muito contente em o ser e fazendo da Presidência, uma aula para os futuros que hão-de vir, que espero sejam poucos pois já temos muitos ex a darem muita despesa. Esteve bem, o Povo Português nesta escolha, com a qual eu concordo embora seja muito de esquerda em termos de solidariedade geracional, educação, Serviço Nacional de Saúde, etc.

E vi na TV o meu, ainda, Bastonário a falar sobre os problemas com origem na falta de médicos especialistas, na necessidade de formação médica aos mais novos, na falta de liderança médica nos serviços médicos, mas já com o fulgor de quem está de saída e a Ele, o meu, o nosso Muito Obrigado, pois para mim foi o melhor Bastonário que a nossa classe teve até hoje.

Bem hajas pelo esforço, dedicação e o teres recolocado a Ordem dos Médicos na ordem, ainda que tenhas feito algumas escolhas erradas, mas no final percebi e entendi o teu trajecto. Forte abraço, meu amigo.

E façam ski, que a tranquilidade da neve e o branco do silêncio é um relaxe para a alma.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.