Obras da coleção de arte Norlinda e José Lima expostas em Castelo Branco

Posted by

ccccb5

Setenta e sete obras da coleção privada de arte contemporânea Norlinda e José Lima vão estar em exposição, a partir de segunda-feira, no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco (CCCCB).

A exposição “There is no why, there is no I” é inaugurada no dia 25 e vai estar patente ao público até 30 de outubro.

“Desta vez abordamos a coleção Norlinda e José Lima sob o tema do corpo e da fisicalidade. Interessa-nos não apenas refletir sobre o corpo, o aspeto físico do corpo, mas também sobre as ações que são realizadas sobre o corpo”, disse hoje à agência Lusa a curadora da exposição, Raquel Guerra.

A mostra, que vai estar organizada por núcleos, sempre dentro do tema corpo, vai apresentar 77 obras de 57 artistas, entre pintura, escultura, fotografia, desenho e vídeo.

“Há muita diversidade de estética e práticas artísticas. Todas as obras expostas têm a sua importância na exposição”, explicou.

A coleção privada de arte contemporânea Norlinda e José Lima é uma das maiores do país, com cerca de 1.100 obras inventariadas que se encontram no Núcleo de Arte da Oliva Creative Factory, em S. João da Madeira, fruto de um protocolo entre os colecionadores e a câmara local.

Segundo Raquel Guerra, a coleção tem características que a tornam “quase única” no contexto do colecionismo privado português, não só pela sua dimensão, como também pelo marco temporal alargado que se estende desde o período do final da II Guerra Mundial até hoje.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.