Fins de Semana do Cabrito estão de regresso à Lousã

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

É parte integrante de um património cultural único e, por isso, o cabrito da Serra da Lousã pretende ser DOP (Denominação de Origem Protegida).

Ontem mesmo, Ana Soeiro, representante da Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses (QUALIFICA), garantiu que estão reunidas as condições para que o nome “Cabrito da Serra da Lousã seja registado a nível europeu”.

Para tal, contará com o apoio da autarquia e com o projeto NaturApproach, uma empresa de exploração agrícola dedicada à criação de cabritos que utiliza como área de pastoreio os terrenos pertencentes aos baldios de Serpins.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.