Assembleia Municipal da Guarda defende instalação de serviço de radioterapia na cidade

Posted by
FOTO DR

FOTO DR

A Assembleia Municipal da Guarda aprovou hoje por unanimidade uma proposta que defende a instalação, naquela cidade, da nova unidade de medicina nuclear e serviço de radioterapia que vai abranger os distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu.

Na proposta, que foi apresentada pelo deputado do PS Matias Coelho, é solicitado ao Governo que instale aquele serviço no hospital da Guarda, “que se encontra a menos de uma hora de viagem de Viseu, Covilhã e Castelo Branco”, um requisito “importante no tratamento do doente e defendido pelo Governo e pelos técnicos da especialidade”.

A sugestão é também feita considerando que aquele hospital tem “instalações disponíveis” para acolher o novo serviço, “o que diminuiria a utilização de recursos financeiros com a sua instalação”.

Por outro lado, segundo o documento, os doentes dos distritos de Guarda, Viseu e Castelo Branco necessitam, atualmente, “de se deslocar centenas de quilómetros para o Porto, Coimbra ou Lisboa, com graves prejuízos para a sua saúde e com custos acrescidos para o erário público”.

A proposta é ainda sustentada pelo facto de o distrito da Guarda ter sido “discriminado no investimento público em relação a outros distritos” e por ser intenção do atual Governo “de combater a desertificação do interior e promover a coesão social”.

A proposta hoje aprovada pela Assembleia Municipal da Guarda vai ser enviada ao primeiro-ministro, ao presidente da Assembleia da República, ao ministro da Saúde, à Comissão Parlamentar de Saúde e aos grupos parlamentares na Assembleia da República.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.