Supremo reenvia processo de Ana Saltão para a Relação de Coimbra

Posted by
Ana Saltão, inspetora da Polícia Judiciária. FOTO LUÍS CARREGÃ

Ana Saltão, inspetora da Polícia Judiciária. FOTO LUÍS CARREGÃ

O processo de Ana Saltão foi, esta tarde, reenviada para o Tribunal da Relação de Coimbra pelo Supremo Tribunal de Justiça.

De acordo com a sentença, a que o DIÁRIO AS BEIRAS teve acesso, o coletivo entende que a decisão da Relação, que condenou a arguida na pena de 17 anos de prisão, enferma de “vícios” que o Supremo conhece, “mas que não é possível suprir, por contender com a determinação da matéria de facto”.

Como tal, e porque “sem suprimento de tais vícios não é possível decidir a causa”, o Supremo entende que o processo deve ser alvo de “novo julgamento” na Relação de Coimbra.

Refira-se que Ana Saltão era acusada da prática de um crime de homicídio qualificado e de um crime de peculato, tendo sido absolvida na 1.ª instância e condenada na Relação a uma pena de 17 anos de prisão.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.