Opinião – Também temos! São os nossos ricos

Posted by
Francisco Queirós

Francisco Queirós

“Já só me restam uns euritos até ao final do mês. E o mês ainda mal começou…”, confessou a mulher, desabafando que já não sabe que mais fazer à vida. Ela e muitos outros, neste país, por essa Europa rica fora e em todo o mundo. Mas não é assim para todos. Mesmo entre portas, nem tudo é pobreza.

Para além dos velhos e das crianças, sectores da sociedade portuguesa condenados à pobreza, como se ter vivido muito ou ainda não ter vivido assim tanto fossem por si só condições de miséria, ou dos desempregados sem direito a subsídio, ou dos muitos milhares que sobrevivem com prestações sociais exíguas ou ainda dos que trabalham mas cujos salários de tão baixos não os arrancam da pobreza, para além desta enorme multidão de pobres, há quem não viva assim.

Américo Amorim, Alexandre Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo, os três portugueses que estão na lista dos empresários mais ricos do mundo, têm uma fortuna avaliada em conjunto em cerca de 7100 milhões de euros. Milionários pobres, é certo, se feita a comparação com Bill Gates, o homem mais rico do mundo que de acordo com a revista “Forbes” tem uma fortuna de 75 mil milhões de dólares.

Não há portugueses nos lugares de topo na listagem de 1810 milionários que a dita revista escrutina. Mas ainda assim, o senhor Amorim, da cortiça, da banca, dos combustíveis, aparece colocado em 369.ª posição, com uma fortuna de 4 mil e 100 milhões de euros!

Soares dos Santos, o homem da “Jerónimo Martins”, do “Pingo Doce”, surge apenas em 854.º lugar com cerca de 1900 milhões de euros, mas recuperou 200 posições em relação ao ano anterior!

Já Belmiro de Azevedo teve um ano mau, baixando no ranking, passou do 949.º para o 1121.º lugar entre os mais ricos do Planeta. O valor da fortuna do dono da “Sonae” e do diário “Público” está calculado em 1470 milhões de euros.

Que diabo! Afinal, também temos os nossos ricos. Não somos uns pobretanas quaisquer! Somos pobres mas alegres e temos os nossos ricos! Mais modestinhos do que Gates ou do que o senhor Ortega, o espanhol que é patrão da “Inditex”, grupo que detém a “Zara”, a “Máximo Dutti”ou a “Pull and Bear”, homem com um valor estimado em 61 mil e 600 milhões de euros.

Também não temos quem chegue aos calcanhares de Warren Buffett, patrão da “Berkshire Hathaway”, com 55 mil e 900 milhões. Ou do senhor Slim, do senhor Bezos ou do senhor do “Facebook”, Mark Zuckerberg. Mas pronto, temos os nossos próprios ricos, mais modestos mas já estamos habituados a contentarmo-nos com pouco…

“Quem sabe em Março recebamos o ordenado (salário mínimo) no dia certo. E nos paguem os atrasados. Deus queira!”, diz-me, em segredo, a senhora que faz limpezas num dos edifícios públicos da cidade, por conta de uma empresa de renome. Pois o trabalho temporário, precário e de baixos salários traz nome e dá dinheiro.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.