Fecharam a comporta no dia seguinte

Posted by
FOTO DB/ANTÓNIO ALVES

FOTO DB/ANTÓNIO ALVES

Os vereadores PSD da coligação “Por Coimbra” voltaram ontem a exigir o apuramento de “responsabilidades municipais” nas cheias do passado dia 11 de janeiro em Coimbra.

Em conferência de Imprensa realizada junto à passagem inferior do Parque Verde do Mondego, os eleitos questionaram as razões que levaram a que, só um dia depois das cheias, a comporta existente no local tenha sido fechada.

No entender dos autarcas, se esta estrutura tivesse sido fechada na madrugada ou manhã do dia 11 de janeiro “teria evitado que a inundação do Convento de Santa Clara-a-Velha atingisse proporções tão graves como as que se registaram”.

Paulo Leitão estranhou mesmo porque é que ela só foi fechada no dia seguinte, ou seja, depois do grande pico de cheias nas duas margens do Mondego.

Versão completa na edição impressa

3 Comments

  1. O que é que é de estranhar? Em Portugal, depois de casa roubada, é que se põem trancas na porta!… Sempre assim foi e continuará a ser porque muitos dos cargos dirigentes, em vez de serem ocupados por gente capaz e competente, são dados aos "boy's" que não percebem nada do assunto e nem sequer sabem ponderar procedimentos e consequências.

  2. Que comporta??? Onde está??? Existe uma comporta e não actuaram?????? Isto não é conhecido. Fotos???

  3. Creio saber onde está a comporta. Deduzo que seja o que está na foto desta noticia, por detrás dos três personagens do PSD. No passado dia 5 estive no local: no Convento já não havia água que se visse. Na tal comporta, mas do lado contrário – do lado do Convento e junto à antiga EN1 – corria bastante água que ensopava o jardim. Mas, com a quantidade e a força das águas das chuvas, será que evitavam o que aconteceu??? Creio que não, pois a bagunça dos costumes e das responsabilidades, é lei, nesta abandonada Lusa-Atenas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.