Condenada por agredir e roubar médico em Soure

Posted by
FOTO DR

FOTO DR

Uma mulher foi ontem condenada por ter agredido e roubado um médico, em Soure. Depois de atacada, a vítima foi abandonada, a esvair-se em sangue – atitude que o juiz considerou particularmente censurável, até porque o médico não mais recuperou, acabando por morrer.

O fatídico roubo aconteceu a 25 de setembro de 2012. O médico, Saúl Cardoso, então com 78 anos, vivia sozinho na sua casa, em Soure. Foi ali que foi atacado, pela mulher, de 44 anos, viúva e sem profissão conhecida. Na sequência da agressão, acabou por cair escada abaixo, de uma altura de quatro metros, e bateu com a cabeça, ficando prostrado. Sem o ajudar, a mulher tratou mas foi de lhe surripiar o dinheiro, cerca de 80 euros, que estava na carteira da vítima.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.