Ana Biscaia e Clovis Levi mostram obra à lusofonia

CLOVIS LEVI E ANA BISCAIA LC (2)

O primeiro trabalho conjunto do escritor Clovis Levi e da ilustradora Ana Biscaia “A cadeira que queria ser sofá”, livro publicado em Coimbra pela Lápis de Memórias –, valeu o Prémio Nacional de Ilustração 2012, esteve a representar Portugal na Feira do Livro de Bolonha em 2014 e foi entretanto publicado no Brasil, numa edição “exatamente igual” à portuguesa. Agora, os dois autores apresentam a obra – o livro e uma exposição de ilustração – ao II Encontro de Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia, a decorrer entre 22 e 27 de fevereiro, na Fundação O Século, no Estoril.

No encontro, sob a responsabilidade de José Fanha, a intenção, destacam os dois criadores ao DIÁRIO AS BEIRAS, é “apresentar” a obra aos restantes países de língua portuguesa, “provocando” um intercâmbio possibilitado pelo mesmo idioma, mas ainda pouco concretizado. O que se pretende, refere Clovis Levi, o autor brasileiro que foi docente na Escola Superior de Educação de Coimbra e que, entretanto, regressou ao Rio de Janeiro, é “fazer circular nos outros países lusófonos a edição “portuguesa” do livro.

Quanto à exposição, que acompanhará no II Encontro de Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia a apresentação do livro, Ana Biscaia explica: “A exposição a ser mostrada no Estoril integra 52 originais e alguns desenhos que não foram incluídos no livro que, recorde-se, já esteve em Coimbra, na Figueira da Foz, na Amadora e em Montemor-o-Velho”, cumprindo o destino de itinerância com que nasceu.

Circunstância feliz desta vez, como sublinham os dois criadores, é que livro e exposição sejam apresentados num mesmo evento.

Para o futuro, Ana Biscaia e Clovis Levi preparam já novos projetos, com o escritor a “desafiar” a ilustradora, que, desta vez, garante Clovis, “terá um papel de cocriadora da obra”, assim numa “espécie de realizadora a dar vida em imagens às palavras que esboçam personagens”.

Jorge Sampaio preside à comissão de honra do encontro, da qual fazem parte ainda os escritores Pepetela, Mia Couto, António Torrado e Ana Maria Machado, mas também Leonor Riscado, docente da Escola Superior de Educação de Coimbra.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.