Cozinha Solidária dá comida a famílias pobres cada vez mais jovens

Posted by
FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

Logo pela manhã do dia 1 de janeiro, bem cedo, ainda a cidade dormia depois dos festejos da passagem do ano, já os voluntários arregaçavam as mangas e preparavam dezenas de refeições na Cozinha Solidária da Associação Integrar.

Nos feriados e fins de semana festivos não abundam os voluntários. Assim, nesta manhã a tarefa de preparar as refeições para 52 famílias com carências económicas coube a Helena Lourinho, presidente da Associação Integrar, acompanhada de dois voluntários. Para que nada falhasse, começaram a trabalhar pelas 08H30.

Versão completa na edição impressa

3 Comments

  1. Porque é que algumas dessas pessoas carentes, não foram AJUDAR !!!!!!!!

    • Porque vão lá pessoas com historiais de álcool e drogas buscar comida e os voluntários deixam lá os seus pertences e podem ser roubados, agora não digo que também há gente séria e honesta, o problema é que as pessoas para ser aceites nestas instituições como voluntários devem ser submetidas a uma entrevista e saber quais as razões que os movem para fazer voluntariado. Entre estes factores existem outros algo complicados. Esta é a minha opinião porque conheço esse mundo da desgraça.

      • Peço desculpas mas não vão só la pessoas com históricos de álcool e drogas porque existem outras pessoas com dificuldades na vida

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.