Auxiliar os empresários a apostarem na inovação e na internacionalização

Posted by
FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

O auditório do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra (ISCAC) acolheu ontem a conferência de apresentação da revista1000 maiores empresas do Centro”.

Publicada pelo DIÁRIO AS BEIRAS, a edição de 116 páginas faz um retrato do panorama empresarial da região Centro, bem como aponta caminhos para um futuro mais risonho do seu tecido empresarial.

O tema “Inovação e Internacionalização: dois fatores estratégicos para a competitividade” serviu de mote para uma conferência que juntou no mesmo palco a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa; a Tax and Financial Incentives Associate Partner da sociedade de advogados KPMG, Maria do Céu Carvalho; o administrador da empresa farmacêutica Proquifa, Luís Monteiro; e o administrador da empresa Lugrade, Josélito Lucas.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Antes de se auxiliar os ditos "empresários" na internacionalização, convinha previamente dar aos ditos empresários noções básicas de boa educação e civismo, na medida em que antes de se chegar à questão do produto e / ou serviço, há toda uma aprendizagem prévia ao nível destas capacidade básicas que têm que ser desenvolvida… A capacidade de expressão também deve ser trabalhada porque a maior parte dos ditos "empresários" que aqui temos na Lusitana Pátria são um misto de azeiteiro e de feirante que tem graves dificuldades de comunicação verbal e não-verbal e relacionamento interpessoal, daí que muitas vezes nem sequer consigam apresentar os seus produtos e / ou serviços, ainda que no caso dos produtos estejam ainda no tempo do Condicionamento Industrial e queiram competir com o produto da República Popular da China… É tudo, como na vida, uma questão de prioridades…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.