MP pediu pena máxima para ladrões de ouro

Posted by
Spread the love

03 LOUS 01
Os cinco envolvidos no crime de duplo homicídio de um casal de ourives de Foz de Arouce, quatro pediram desculpa às famílias e amigos das vítimas, ontem, na penúltima sessão do julgamento, a decorrer na Lousã.
Sem se pronunciar ficou apenas o recetador do ouro roubado que, durante todas as sessões do julgamento, esteve em silêncio.
Nas alegações finais, o Ministério Público pediu pena máxima – 25 anos – para os dois executantes dos crimes de homicídio de 25 de junho do ano passado, sem fazer distinção entre as responsabilidades de Pedro (33 anos) e Francisco (23 anos). Os respetivos advogados de defesa apresentaram atenuantes que, no caso de Pedro, se basearam na sua pronta confissão e arrependimento. O advogado considera, assim, que a pena não deverá ultrapassar os 20 anos.

Ver versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.