Praia fluvial de Coimbra vai ter escada de peixe

Posted by

OBRAS-NA-PRAIA-FLUVIAL

Uma escada de peixe e uma área para descida controlada de canoas estão a nascer na represa da Praia Fluvial de Palheiros e Zorro. As obras, em plena época alta, já valeram alguns protestos, levando a Junta de Freguesia das Torres do Mondego a publicar um esclarecimento e um pedido de desculpas públicos.

“Estas obras têm que ser realizadas impreterivelmente até ao final do corrente ano, dado que são financiadas por fundos comunitários que terminam a 31 de dezembro”, lê-se na nota publicada pela autarquia.

Para além das questões do financiamento, “também contou para a fixação daquela data as condições metereológicas que são mais favoráveis à realização da obra, durante o período do verão, mercê dos caudais mais fracos do nosso Mondego”, acrescenta a junta de freguesia.

A intervenção pertence à APA – Agência Portuguesa do Ambiente e tem apoio técnico da Universidade de Évora – entidades que também estiveram juntas na construção da escada de peixe no Açude-Ponte de Coimbra.

Esta parceria vai, aliás, estender-se a um conjunto de outras obras, da mesma natureza, em todos os açudes/represas que se encontram no leito do rio, entre Coimbra e Penacova.

 

Toda a informação na edição impressa de hoje, dia 4 de setembro, do DIÁRIO AS BEIRAS

 

One Comment

  1. Luis anglano says:

    Mas esta gente reclama contra tudo e contra todos. De facto já não há paciência para este povinho. Se não gostam, gastem uns euros de gasolina e vão até á Figueira. Tesos do caraças, só sabem refilar. Se fazem é porque está mal feito, se não fazem é por isso mesmo. Sempre a deitar abaixo. Nem sabem o que têm… Infelizes

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.