Margarida Mano desafia cada um dos apoiantes a convencer três indecisos

Posted by
FOTO DR

FOTO DR

A cabeça de lista da coligação Portugal à Frente (PàF) por Coimbra lançou esta noite um desafio a todos os apoiantes da candidatura.

Margarida Mano quer que, até ao próximo domingo, cada um deles “convença três indecisos”. “O desafio é ambicioso, mas possível de concretizar”, reconheceu a candidata independente.

No entender da antiga vice-reitora da Universidade de Coimbra, são os “indecisos” que irão decidir o futuro “do país”. Por isso mesmo, a cabeça de lista entende que é necessário “explicar aos amigos e familiares quem é o candidato com sentido de Estado e que luta pelo desenvolvimento do país – Pedro Passos Coelho”.

Com um discurso bastante elogiado, principalmente pelo “convidado” Luís Marques Mendes, Margarida Mano agradeceu o “apoio incondicional” dado pelas 17 concelhias do distrito na pré-campanha e na campanha, ao mandatário distrital Paulo Barradas e “aos restantes candidatos” da lista. “Um grupo com competências comprovadas”, afirmou.

As declarações foram proferidas durante o jantar comício realizado esta terça-feira à noite no Pavilhão Multidesportos Mário Mexia, o qual cerca das 20H30 já não tinha lugares disponíveis (organização fala em 2.000) para acolher mais algumas centenas de militantes e simpatizantes da coligação.

A solução encontrada pela organização para os detentores de ingressos foi encaminhá-los para a parte superior do pavilhão e aí, em regime de self-service, servir as refeições.

 

O único “convidado” da noite acabou por ser Luís Marques Mendes. O comentador político pediu uma maioria parlamentar para a coligação liderada por Pedro Passos Coelho e alertou os presentes para o risco de o próximo executivo ser substituído por um “outro Governo cozinhado nas costas do povo”.

Para que não haja “o risco sério de o país voltar a eleições daqui a nove meses ou daqui a um ano”, Marques Mendes pediu “estabilidade política”, pois “um país sem Governo, sem orçamento e eleições anuais é um país que não vai a lado nenhum”.

Paulo Portas, presidente do CDS-PP, deixou um forte elogio ao antigo deputado Serpa Oliva. Por outro lado, mostrou-se convicto de que os indecisos tenderão a juntar-se a quem está à frente nesta disputa eleitoral, não por oportunismo mas por patriotismo, para garantir a governabilidade.

“Diz a ciência política que os eleitores indecisos aguardam, em primeiro lugar, a definição de quem será o vencedor ou de quem tende a ficar à frente. E a partir daí, normalmente a maioria dos indecisos junta-se aos que vão ganhar, não por oportunismo, por patriotismo, para garantir a governabilidade do seu país”, afirmou.

Pedro Passos Coelho, líder do PSD, reiterou a ideia de que o défice deste ano ficará abaixo de 3% do Produto Interno Bruto (PIB). E porque economia e as finanças estão em ordem, o atual primeiro-ministro diz que há condições para Portugal se libertar “da ditadura financeira e dos números” e se dar “plena dignidade à política”.

5 Comments

  1. Zé da Gândara says:

    Portanto, a Sôdôtôra Margarida Mano acha que os PaFiosos devem pregar as suas missas a todo e qualquer familiar indeciso… Tempos houve em que o PSD se dizia o partido dos Católicos… O CDS reclama de tempos a tempos e quando lhe convém, além da afinidade com a agricultura, com feiras, com os contribuintes e com os pensionistas, a sua matriz da democracia cristã… É pois assim, mais que natural o discurso da versada Sôdôtôra… Temos mulher!

  2. Zé da Gândara says:

    Será que isto não é a foto de uma cantina social do Ministro Lambretas? Nas cantinas sociais, para se confeccionar a comida dada aos ex-beneficiários do RSI, usam-se tachos… Falou-se em tachos… Era melhor um wok… Deve de haver muita gente à procura do seu wok!

  3. Só se eu estivesse maluco, depois de me andarem 4 anos a lixar a vida. Não uso palas de sola ao lado dos olhos

    • Zé da Gândara says:

      O senhor é cá dos meus! Mas tenha cuidado que pelo andar da carruagem, se lhe aparece a Sôdôtôra Margarida Mano pela frente (saída da sua zona de conforto para conviver com a populaça), o senhor sujeitasse a ser doutrinado como as Testemunhas de Jeová fazem a quem lhes dá trela! E olhe quem bem falantes são eles (embora a mim não me digam nada porque a mentira e a desculpa esfarrapada já fedem a quilómetros)…

  4. O M.M em coimbra ?Atão o homem dos leitões (leia-se9águeda e marisqueira/leia-se aveiro)agora virou-se para o arroz de mondego.Estaria a fazer frete a quem?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.